Item 1 de 342 Itens
Diversos

Com grande satisfação e sensação de dever cumprido, apresentamos nosso leilão de maio de 2018, data em que comemoramos 103 anos de atividade familiar no mercado brasileiro das artes, o que nos traz muito orgulho e nos reveste de crescentes responsabilidades e incumbências.

Durante a presente jornada, fomos agraciados com a coleta gradual de um apurado acervo, a ser reintroduzido no mercado após longo período de morada em importantes coleções particulares. Obras que se guardavam reservadas de apreciação maior, praticamente hibernadas.

Por consequência, o segmento da pintura acadêmica, uma de nossas paixões, encontra-se dignamente representado por trabalhos expoentes de mestres brasileiros de primeira grandeza, bem como por obras de artistas estrangeiros de renome e trânsito comercial internacional. Já o grupo modernista em exposição surpreenderá pela presença de trabalhos raros e pela particular qualidade da lavra de nomes do front, no cenário nacional e internacional.

Destacamos também expressivo acervo escultórico, com peças de bronze de autoria de renomados autores brasileiros e europeus, produzidas nos séculos XIX e XX. São obras de grande valor artístico e decorativo, amparadas em dimensões muito favoráveis. Entre os mármores, exemplares de grande importância dos períodos clássico e subsequentes, procedentes de acervos como o do colecionador de visibilidade transnacional Osvaldo Riso.

A Arte Popular Brasileira, outra temática de nosso particular apreço, será formada pela melhor equipe de artistas, com destaque para uma monumental escultura de GTO - Geraldo Teles de Oliveira, proveniente da coleção do Presidente Tancredo Neves.

A ourivesaria, ou seja, a refinada arte de beneficiamento artístico da prata e do ouro, aparece sobriamente representada tanto por raríssimos exemplares dos séculos XVII e XVIII como por preciosidades executadas ao longo do século XIX, quer nos utensílios de prática sacra, quer nos, assim chamados, de viés profano. Objetos de prata e ouro, executados no Brasil ou no estrangeiro, da mais apurada lavra constam do presente acervo e propiciarão momentos de contemplação aos admiradores.

O mobiliário, particularmente seletivo, engloba suntuosas relíquias. Entre elas, aquele que consideramos o mais importante exemplar do mobiliário brasileiro em exposição na história recente a monumental Ermida Imperial. Para contemplá-la em toda sua grandiosidade, é imperativa a apreciação presencial. Seu conteúdo artístico transpõe quaisquer palavras que comportem uma exaustiva descritiva.

Dezenas de outros destaques enfileiram-se no presente acervo, seja pela sóbria qualidade de obras de nossos mestres santeiros, seja pela beleza e relevância de peças de valor histórico preponderante. É o caso, entre tantos, do magnífico lustre de Baccarat, em primoroso estado de conservação, que adornou, à época do Império, o Palácio Imperial da Cidade, edifício colonial construído na atual Praça XV, para servir de residência dos governadores da Província do Rio de Janeiro e, sucessivamente, do Vice-Rei do Brasil, do Rei de Portugal D. João VI e dos Imperadores do Brasil. Por sua importância histórica e arquitetônica, o Paço Imperial é considerado o mais icônico dos edifícios civis coloniais do Brasil.

Nosso empenho e esforço residem na crença de que o mercado das artes representa, verdadeiramente, excepcional alternativa como investimento, além de esteio firme para reserva de valor, valendo-se como poderosa âncora no transcorrer deste período turbulento e incerto que atravessamos em esfera global.

Em razão disso, de forma a adaptarmos o presente aos atuais anseios de um público ávido por novas abordagens e interações neste segmento em que atuamos e, igualmente, engajados na busca por uma maior produtividade e eficácia operacional, decidimos implementar, em São Paulo, diligente ritmo de atividades. Incorporamos à nossa tradicional e clássica agenda uma programação intensa de leilões voltados à formação de novos grupos de colecionadores e interessados em ingressar no fascinante mundo da apreciação e do conhecimento das Artes e do colecionismo.

Assim, estamos partindo para o 9º leilão numismático, com ofertas de moedas, cédulas, medalhas, condecorações e tudo o mais que envolve a matéria. Paralelamente, criamos o título Leilão do Mês, no qual são sistematicamente apregoados, em conjunto com objetos de sofisticada manufatura, outros de mais genérica feitura e de perfil a cobrir as necessidades introdutórias daqueles que desejam partilhar do conhecimento que desfrutamos, sempre atentos ao bom gosto e à autenticidade das peças.

Por fim, particularmente honrados, anunciamos o início de uma fascinante e extensa jornada voltada à realização de uma série espetacular de leilões literários. Sob a curadoria do respeitado bibliófilo Leonel de Barros, estaremos diante do que existe de mais significativo em termos de literatura brasileira produzida a partir do século XVII até a época moderna. Trata-se do acervo reunido pelo notório editor, gráfico e homem das letras Jorge Yunes. Personalidade estimada e inesquecível do grande mundo paulista e brasileiro no correr dos séculos XX e XXI, Yunes, que há pouco nos deixou, reservou a todos nós muitos legados. Entre eles, essa biblioteca de extrema relevância.

O espaço desta página é determinante para concluirmos.

Esperamos que usufruam desses acontecimentos. Nós os produzimos focados em vocês.

Bom proveito.

Miguel Salles

content image 0
content image 1
content image 2
content image 3
content image 4
content image 5
content image 6

Lote: 0

Visitas: 190

Tipo: Diversos

Com grande satisfação e sensação de dever cumprido, apresentamos nosso leilão de maio de 2018, data em que comemoramos 103 anos de atividade familiar no mercado brasileiro das artes, o que nos traz muito orgulho e nos reveste de crescentes responsabilidades e incumbências.

Durante a presente jornada, fomos agraciados com a coleta gradual de um apurado acervo, a ser reintroduzido no mercado após longo período de morada em importantes coleções particulares. Obras que se guardavam reservadas de apreciação maior, praticamente hibernadas.

Por consequência, o segmento da pintura acadêmica, uma de nossas paixões, encontra-se dignamente representado por trabalhos expoentes de mestres brasileiros de primeira grandeza, bem como por obras de artistas estrangeiros de renome e trânsito comercial internacional. Já o grupo modernista em exposição surpreenderá pela presença de trabalhos raros e pela particular qualidade da lavra de nomes do front, no cenário nacional e internacional.

Destacamos também expressivo acervo escultórico, com peças de bronze de autoria de renomados autores brasileiros e europeus, produzidas nos séculos XIX e XX. São obras de grande valor artístico e decorativo, amparadas em dimensões muito favoráveis. Entre os mármores, exemplares de grande importância dos períodos clássico e subsequentes, procedentes de acervos como o do colecionador de visibilidade transnacional Osvaldo Riso.

A Arte Popular Brasileira, outra temática de nosso particular apreço, será formada pela melhor equipe de artistas, com destaque para uma monumental escultura de GTO - Geraldo Teles de Oliveira, proveniente da coleção do Presidente Tancredo Neves.

A ourivesaria, ou seja, a refinada arte de beneficiamento artístico da prata e do ouro, aparece sobriamente representada tanto por raríssimos exemplares dos séculos XVII e XVIII como por preciosidades executadas ao longo do século XIX, quer nos utensílios de prática sacra, quer nos, assim chamados, de viés profano. Objetos de prata e ouro, executados no Brasil ou no estrangeiro, da mais apurada lavra constam do presente acervo e propiciarão momentos de contemplação aos admiradores.

O mobiliário, particularmente seletivo, engloba suntuosas relíquias. Entre elas, aquele que consideramos o mais importante exemplar do mobiliário brasileiro em exposição na história recente a monumental Ermida Imperial. Para contemplá-la em toda sua grandiosidade, é imperativa a apreciação presencial. Seu conteúdo artístico transpõe quaisquer palavras que comportem uma exaustiva descritiva.

Dezenas de outros destaques enfileiram-se no presente acervo, seja pela sóbria qualidade de obras de nossos mestres santeiros, seja pela beleza e relevância de peças de valor histórico preponderante. É o caso, entre tantos, do magnífico lustre de Baccarat, em primoroso estado de conservação, que adornou, à época do Império, o Palácio Imperial da Cidade, edifício colonial construído na atual Praça XV, para servir de residência dos governadores da Província do Rio de Janeiro e, sucessivamente, do Vice-Rei do Brasil, do Rei de Portugal D. João VI e dos Imperadores do Brasil. Por sua importância histórica e arquitetônica, o Paço Imperial é considerado o mais icônico dos edifícios civis coloniais do Brasil.

Nosso empenho e esforço residem na crença de que o mercado das artes representa, verdadeiramente, excepcional alternativa como investimento, além de esteio firme para reserva de valor, valendo-se como poderosa âncora no transcorrer deste período turbulento e incerto que atravessamos em esfera global.

Em razão disso, de forma a adaptarmos o presente aos atuais anseios de um público ávido por novas abordagens e interações neste segmento em que atuamos e, igualmente, engajados na busca por uma maior produtividade e eficácia operacional, decidimos implementar, em São Paulo, diligente ritmo de atividades. Incorporamos à nossa tradicional e clássica agenda uma programação intensa de leilões voltados à formação de novos grupos de colecionadores e interessados em ingressar no fascinante mundo da apreciação e do conhecimento das Artes e do colecionismo.

Assim, estamos partindo para o 9º leilão numismático, com ofertas de moedas, cédulas, medalhas, condecorações e tudo o mais que envolve a matéria. Paralelamente, criamos o título Leilão do Mês, no qual são sistematicamente apregoados, em conjunto com objetos de sofisticada manufatura, outros de mais genérica feitura e de perfil a cobrir as necessidades introdutórias daqueles que desejam partilhar do conhecimento que desfrutamos, sempre atentos ao bom gosto e à autenticidade das peças.

Por fim, particularmente honrados, anunciamos o início de uma fascinante e extensa jornada voltada à realização de uma série espetacular de leilões literários. Sob a curadoria do respeitado bibliófilo Leonel de Barros, estaremos diante do que existe de mais significativo em termos de literatura brasileira produzida a partir do século XVII até a época moderna. Trata-se do acervo reunido pelo notório editor, gráfico e homem das letras Jorge Yunes. Personalidade estimada e inesquecível do grande mundo paulista e brasileiro no correr dos séculos XX e XXI, Yunes, que há pouco nos deixou, reservou a todos nós muitos legados. Entre eles, essa biblioteca de extrema relevância.

O espaço desta página é determinante para concluirmos.

Esperamos que usufruam desses acontecimentos. Nós os produzimos focados em vocês.

Bom proveito.

Miguel Salles

Item 1 de 342 Itens
Termos e Condições
Condições de Pagamento
Frete e Envio
  • TERMOS E CONDIÇÕES

    1ª. As peças que compõem o presente LEILÃO foram cuidadosamente examinadas pelos organizadores que, solidários com os proprietários das mesmas, se responsabilizam por suas descrições.

    2ª. Em caso eventual de engano na autenticidade de peças, comprovado por peritos idôneos, e mediante laudo assinado pelos peritos, ficará desfeita a venda, desde que a reclamação seja feita em até 5 dias após o término do leilão. Findo o prazo, não será mais admitida qualquer reclamação, considerando-se definitiva a venda.

    3ª. As peças estrangeiras serão sempre vendidas como atribuídas.

    4ª. A leiloeira não é proprietária dos lotes e os vende em nome de terceiros, que são responsáveis pela licitude e pelo desembaraço dos mesmos.

    5ª. Elaborou-se com esmero o catálogo, cujos lotes se acham descritos de modo objetivo. As peças serão vendidas NO ESTADO em que foram recebidas e expostas. A descrição do estado da peça e de vícios decorrentes de seu uso será feita dentro do possível, mas sem obrigação. Daí solicitarmos aos interessados ou a seus peritos prévio e detalhado exame das peças até o dia do pregão. Depois da venda realizada, não serão aceitas reclamações quanto ao estado das mesmas tampouco o estado delas servirá de alegação para descumprir o compromisso firmado.

    6ª. Os leilões obedecem rigorosamente à ordem do catalogo. Qualquer alteração poderá ser conduzida pela leiloeira.

    7ª. Ofertas por escrito podem ser feitas antes dos leilões assim como o licitante pode autorizar a organização leiloeira a lançar em seu nome.


    8ª. Os organizadores colocarão a título de CORTESIA, de forma gratuita e confidencial, serviço de arrematação pelo telefone e Internet, sem que isto os obrigue legalmente perante falhas de terceiros.

    8.1. LANCES PELA INTERNET: o arrematante poderá efetuar lances automáticos, de tal maneira que, se outro arrematante cobrir sua oferta, o sistema automaticamente gerará um novo lance para aquele arrematante, acrescido do incremento mínimo, até o limite máximo estabelecido pelo arrematante. Os lances automáticos ficarão registrados no sistema com a data em que forem feitos.


    8.2. Em caso de empate entre arrematantes que efetivaram lances no mesmo lote e de mesmo valor, prevalecerá vencedor aquele que lançou primeiro (data e hora do registro do lance no site), devendo ser considerado inclusive que o lance automático fica registrado na data em que foi feito. Para desempate, o lance automático prevalecerá sobre o lance manual.

    8.3. Os lances ofertados são IRREVOGÁVEIS e IRRETRATÁVEIS. O arrematante é responsável por todos os lances feitos em seu nome; os lances não podem ser anulados e/ou cancelados em nenhuma hipótese.

    9ª. A leiloeira e/ou organizador se reservam o direito de não aceitar lances de licitante com obrigações pendentes ou histórico de atrasos e dificuldades relacionadas aos pagamentos.

    10ª. O arremate será sempre em moeda nacional. A progressão dos lances, nunca inferior a 5% do valor do lance anterior, e sempre em múltiplo de dez. Outro procedimento será sempre por licença da Leiloeira; o que não cria novação.

    11ª. Em caso de litígio, prevalece a palavra da Leiloeira.

    12ª. Os lotes adquiridos deverão ser pagos à vista e retirados em até 72 horas após o término do leilão; ao valor dos arremates será acrescida a comissão da Leiloeira, no valor de 5% do total dos arremates.

    13ª Em caso de não cumprimento no que se refere ao pagamento, a leiloeira poderá dar por desfeita a venda e cobrar sua comissão e a dos organizadores (custas do leilão), seja de forma extrajudicial, seja por via de EXECUÇÃO JUDICIAL. O arrematante que não honrar o pagamento também será bloqueado no sistema dos Leilões BR, o que impedirá sua participação em futuros leilões. O desbloqueio só poderá ocorrer em caso de quitação das custas do leilão e apenas após 30 dias a contar da data do referido pagamento. O valor das custas é determinado pela leiloeira.

    14ª. A retirada dos lotes arrematados deverá ser agendada. A entrega dos lotes só poderá ser efetuada após o pagamento do total da compra. Nossa forma de entrega é a retirada no local especificado pelo leilão. Aos compradores impossibilitados de retirar os lotes no local especificado, poderemos, a título de gentileza, providenciar a embalagem e o transporte, repassando esses custos ao arrematante. Por se tratar de mera cortesia, leiloeira e organização se eximem de qualquer responsabilidade ou obrigação relativa a possíveis danos, extravioe/ou demais riscos relacionados ao transporte.

    15ª Licitantes, arrematantes, organizadores e leiloeirase sujeitam integralmente às regras e condições aqui determinadas e não poderão alegar, para quaisquer fins, desconhecê-las.

    16ª. Qualquer litígio referente ao presente leilão está subordinado à legislação brasileira e à jurisdição dos tribunais da cidade de São Paulo. Os casos omissos regem-se pela legislação pertinente e, em especial, pelo Decreto 21.981, de 19 de outubro de 1932, Capítulo III, Arts. 19 a 43, com as alterações introduzidas pelo Decreto 22.427., de 1º. de fevereiro de 1933.

  • CONDIÇÕES DE PAGAMENTO

    À vista com acréscimo da taxa do leiloeiro de 5%.
    Através de depósito ou transferência bancária em conta a ser enviada por e-mail após o último dia do leilão.
    Não aceitamos cartões de crédito ou débito.

  • FRETE E ENVIO

    Despachamos para todos os Estados. Despesas e riscos com retirada e remessa dos lotes são de responsabilidade dos arrematantes. Veja nas Condições de Venda do Leilão.

Lotes relacionados - Diversos

Lote: 214
Lote: 216
Lote: 250
Lote: 0
Lote: 214